Histórico do Fundo

 

O Pátria Infraestrutura tem como objetivo o investimento e desenvolvimento de plataformas de infraestrutura com foco nos seguintes setores de atuação: (i) transporte e logística, (ii) energia elétrica e gás, (iii) telecomunicações, e (iv) serviços ambientais. Ao longo de sua história, desde 2006, o Pátria Infraestrutura estabeleceu investimentos na América Latina, em quatro gerações de fundos: Pátria Infraestrutura Fundo I (2006), Pátria Infraestrutura Fundo II (2010), Pátria Infraestrutura Fundo III (2013) e Pátria Infraestrutura Fundo IV (2018), este último com capital de aproximadamente R$ 10 bilhões, sendo o maior fundo dedicado a Infraestrutura da América Latina no ano de sua captação.

 

Com a queda da taxa de juros, e busca por outros tipos de investimentos, o Pátria identificou a oportunidade de investir em ativos maduros de infraestrutura, com relação de risco/retorno atraente para o típico investidor brasileiro. O Setor de Energia, em específico, tem elementos interessantes para esse tipo de investimento, focado em renda. O setor possui ambiente regulatório estável, com contratos de longo prazo, permitindo maior previsibilidade na receita e, portanto, distribuição de resultado recorrente. Essa tese foi iniciada em 2021 com o lançamento do Pátria Infraestrutura Energia Core FIP-IE (PICE) listado na B3, com mais de R$ 770 milhões captados.

 

O Pátria Infraestrutura Energia Core Renda FIP-IE (PIER) é o segundo fundo dessa estratégia, lançado em agosto de 2021, com R$ 191 milhões captados em sua oferta pública da primeira emissão de cotas. O Fundo nasce com um portfólio de 9 pequenas centrais hidrelétricas, 100% operacionais e contratadas no longo prazo.

 

 

R$ 191.448.100,00 CAPTADOS NA PRIMEIRA EMISSÃO DE COTAS (OFERTA ICVM 400)

 

  • Valor Bruto da Cota: R$ 100,00
  • Emissão de 1.914.481 Cotas Classe A